Construção e exploração de Parques Eólicos
A energia eólica, pela sua expressão e dimensão, assume elevada importância na dst renováveis que, atualmente, é uma grande empresa no sector em Portugal.
Eólica

Em 2008, entrou em funcionamento o Parque Eólico do Alto Minho I, com uma capacidade instalada de 240 MW, ampliando assim a capacidade instalada das sociedades associadas do grupo para 294,4 MW. Com a realização de mais este investimento, a potência instalada do grupo dst passou para 68,41 MW.
A partir de 25 de março de 2009, com a assinatura do auto de receção do último sub-parque (Alto do Coriso) do Parque Eólico do Alto Minho I, todos os direitos atribuídos à Ventominho – Energias Renováveis, S.A. passaram a estar operacionais, materializados no aproveitamento dos ventos dos concelhos de Melgaço, Monção, Paredes de Coura e Valença, ficando concluído o investimento já comprometido do grupo dst.
Em 2016, foi concluída a instalação do sobreequipamento de dois parques eólicos – Alto Minho I e Arga – traduzindo-se em potências adicionais de 23 MW e 4,7MW, respetivamente.
Assim, no presente participamos nos seguintes Parques Eólicos: Alto Minho I (263 MW), Arga (40,7MW), Espiga (6 MW), S. Paio (10 MW) e Alto da Vaca (2,4MW). Um total de potência instalada de 322,1 MW, sendo que a participação do grupo dst corresponde a 74,9 MW.